.
O musical baseado na obra de Chico Buarque tem direção musical e arranjos de Marcelo Issa, que dá às canções uma nova roupagem.O roteiro e a direção são de Antônio Marques.

Totalmente construído a partir de composições e fragmentos das obras teatrais de Chico Buarque, o musical busca captar toda a teatralidade das suas obras, levando ao palco todas as nuances dos relacionamentos amorosos: a magia dos encontros, a dor da perda e as desilusões humanas.



O quê? Espetáculo Pedaço de Mim
Onde? Sala do Coro (TCA), Praça 2 de Julho, Campo Grande
Quando? de 26 de Fevereiro à 07 de Março (sexta à domingo), às 20h
Quanto? R$ 20,00/ R$ 10,00
.
Um querido que partiu para a cidade maravilhosa; a certeza de que jamais riria com os amigos do colégio no ano seguinte na sombra do quiosque, tendo 18 aninhos; a despedida reflexiva com as mandalas e a planta dos desejos futuros, com os jovens repórteres mobilizadores da manhã; as luzes se fechando aos aplausos emocionados da platéia pedindo bis; o sonho se arrastando até as dez horas da matina; o medo ansioso do vestiba da UFBA; os filmes à tarde acompanhada de pipoca e coca-cola e  a sonecas na brisa da varanda, garantiam meu sossego, minhas tão bens sonhadas e saudosas férias!
Sábados de Jazz no MAM com os amigos; cravinhos descendo as goelas pelas ladeiras do Pelô, toda a alegria do Semba de Magary nas praças de Salvador; kuduro, zouk, kizomba e mais semba no Sankofa; cachaçinha doce e leve de Minas acompanhada de um chorinho no Aconchego da Zuzu... Tudo era festa!!
Para esquecer as chateações, nada melhor que fazer algo útil e sentir-se realizada. Para isso, pus-me a navegar nas entrelinhas de Milton Hatoum que ainda restavam em Cinzas do Norte. Aventurar-me por 25 dias em Cidade de Deus, a  neofavela de cimento, armada de becos-bocas, sinistros-silêncios, com gritos-desesperos no correr das vielas e na indecisão das encruzilhadas.
Tempo bão de bater o fio p/ amigos queridos e antigos que não vemos há tempos... “Badá amiga, como está? Eu to bem graças aos deuses. Vamos hoje p/ Jazz? Ah, que pena, fica p/ próxima semana então! Minha filha, você não sabe, babado fortíssimo... Pire aí! Audição na Escola de Teatro? Quando? Pra que? Cantar? Cantar como Elza só Elza! Eu não sei... Cantar nem sempre foi meu forte, sempre saio da nota e desafino... Mas eu vou! Vou me jogar né, não tenho nada a perder mesmo! Ok amiga... Não importa quantas vagas são, só sei que uma é minha e a outra é sua!! Oxe, se não confiarmos em nós, quem vai confiar? Pensamento positivo, vamos conseguir!! Beijos querida, até mais”
 Pirei o cabeção. A audição seria dali a dois dias! Procurei na pasta Teatro os exercícios de voz e, estudei Mas que nada, Ciranda da Rosa Vermelha e Andaça, a qual cantei durante a interpretação.
“Boa tarde, Marques, é Juliete... Isso, a “menina do google”! (risos). Desculpe-me ligar, mas é que sou muito ansiosa... Eu fui selecionada?... Humhum... Eu não passei né!... Tudo bem, fica pra próxima. Beijo!... Sim, a gente se vê!”
“Alô, Juliete?... Olha querida, nós escolhemos duas meninas, mas gostaria muito que você acompanhasse o processo da montagem... E no decorrer você pode ser escolhida!... Tudo bem!... O ensaio é segunda-feira, às 18h. Beijos, até lá
•••
A boa brisa e sol morno daquela tarde nos presentearam amigos: Vini!
 Conversamos amenidades, rimos, discutimos capitalismo, comunismo, futebol (Brasil X Argentina), religião, revolução proletária... E ele revelou seu amor por Che Guevara e seu encanto pelo meu cabelo! (risos)
Menino bonito, carinhoso, divertido e muito gentil!
•••
Às sextas, eram noites de curtir show no Porto, comer um queijinho com melaço, tomar  açaí  na tigela,  beber um bom vinho e, reencontrar grandes amigos pr'um luau até o sol nascer
.
Poesia, minha tia, ilumine as certezas dos homens os tons de minhas palavras. É que que arrisco a prosa mesmo com balas atravessando os fonemas. É o verbo, aquele que é maior que o seu tamanho, que diz, faz e acontece. Aqui ele cambaleia baleado. Dito por bocas sem dentes nos conchavos de becos, nas decisões de morte. A areia move-se nos fundos dos mares. A ausência de sol escurece mesmo as matas. O liquido-morango do sorvete mela as mãos. A palavra nasce no pensamento, desprende-se dos lábios adquirindo alma nos ouvidos, e às vezes essa magia sonora não salta à boca porque é engolida a seco. Massacrada no estômago com arroz e feijão a quase-palavra é defecada ao invés de falada.
     Falha a fala. Fala a bala.
(Cidade de Deus, pag. 21)
.
13/07/09
Em comemoração aos 19 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente, os conselhos tutelares promoveram no dia 13 de julho a V caminhada do ECA, com o tema “ A criança e o adolescente no orçamento público”.


Saimos do Campo Grande acompanhando membros da comunidade, estudantes, conselhos tutelares e autoridades que participavam da caminhada, em direção a Praça Municipal, tendo como objetivo expor as fragilidades e a necessidade de ser contrária a redução da maioridade penal, e chamar a atenção da sociedade e do poder público para a efetivação imprescindível do Estatuto da Criança e do Adolescente.



14/07/09




Aos treze (Thiertee) acompanha a transformação de Tracy (Evan Rachel Wood), uma adolescente de treze anos que ainda brinca com ursinhos de pelúcia e bonecas, considerada uma das melhores alunas da escola. Porém, ao ingressar no ginásio, entra em contato com forte pressão dos grupinhos, o que a faz passar por uma crise de identidade.


Para ser “popular” e evitar o rótulo de “looser” (perdedor, babaca), Tracy cria uma amizade com Evie (Nikki Reed), a “garota mais sexy do colégio”. Popular e bonita, ela representa tudo o que Tracy quer ser.


Porém Evie é arrogante e mau caráter, e Tracy deixa-se influenciar pelo comportamento da amiga, mudando sua vida completamente com o submundo das drogas, sexo e pequenos crimes.


O filme é bastante interessante, abordando as conseqüências das influências por amizades, a separação de pais, que implica no desenvolvimento social e pessoal sadio dos filhos e, da liberdade dada para os mesmos.
Algumas mensagens cifradas durante o filme são bastante interessantes, como por exemplo, um pôster publicitário que aparece algumas vezes durante a trama, dizendo “Beauty is Truth” (A beleza é a verdade), apresenta-se todo rabiscado quando Tracy descobre que a beleza de sua amiga é apenas a máscara de sua falta de personalidade e as cores cinematográficas que perdem brilho e contraste, na medida em que as amigas perdem o brilho da juventude durante o enredo.
O filme é baseado na experiência da atriz Nikki Reed (que também escreveu o roteiro), quando tinha treze anos de idade.

15/07/09
Quarta-feira fomos ao seminário de Cidadania e direitos Humanos: Promoção e Garantia dos Direitos Infanto-Juvenis, realizado pelo Buscapé, em parceria com a Vida Brasil – Valorização do Individuo e Desenvolvimento Ativo, na Biblioteca Central nos Barris.
O seminário contou com a presença de Gladys Almeida, representante do GAPA(Grupo de Apoio à Prevenção à AIDS), falando sobre os Direitos Humanos e Saúde, relatando a importância da sustentação de uma visão de mundo mais livre, justo e pacifico, dando como exemplo o 4º Artigo do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), do capitulo I que diz do Direito à vida e à saúde.
Edenilson Sacramento da Instituição ARCCA, apontou os fatores da juventude deficiente, levando-nos a pensar sobre as diversas barreiras sócias enfrentadas pelos jovens deficientes.
Rosana Alves, da Rede Sou de Atitude (CIPÓ – Comunicação Interativa), exprimiu a importância da participação do jovem na política, e sobre a Rede Sou de Atitude.
O jornalista Luiz Lasserre (Jornal A Tarde), delatou a importância da veiculação dos Direitos Humanos nos meios de comunicação de massa, distinguindo fatores e características de um jornalismo sério, que possui o objetivo de manter informado a sociedade sobre diversos acontecimentos , e sobre a necessidade de alertar-se para um jornalismo escrachado, que fere o direito dos autores envolvidos nas reportagens.
Logo após os diálogos, assistimos trechos do documentário “Pro Dia Nascer Feliz”, de João Jardim, que traz um panorama de educação do Brasil a partir de falas de adolescentes de distintas realidades socioeconômicas.
O evento foi encerrado pelo grupo Pandeirada, formado por jovens do Buscape, com apresentações musicais e percursionistas da cultura regional (nordestina).

17/07/09
Sexta-feira (17/07) fomos a 145ª Reunião Ordinária do CECA – Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente, que catalogou a homologação das resoluções Nº 08.2009 e 09.2009 do CECA; a Conferência Municipal, Territorial e Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente; os encaminhamentos dos Conselheiros para os territórios definidos e abordagem sobre o toque de recolher/ acolher.
A data para Conferência Municipal foi marcada, e será realizada de 29 a 31 de Julho, no Colégio Nossa Senhora das Mercês, com o tema: "Construindo Diretrizes da política e do Plano Decenal", deliberando sobre a Política Municipal de defesa e garantia dos Direitos da Criança e do Adolescente, tendo quatorze delegados do Conselho para cada oitenta habitantes.
A questão mais discutida foi à participação de Salvador na Conferência Territorial, por conta do número de delegados conselheiros e de habitantes participantes no evento (com cerca de três mil habitantes e setecentos delegados do Conselho). Mas com a argumentação de vários conselheiros, confirmou-se sua participação.
Vinte e seis territórios participarão da Conferência Territorial, tendo em cada território, um Delegado para cada cento e cinqüenta mil habitantes, sendo que Itaparica é o território com menor número de habitantes, sendo mil e quietos habitantes,determinante para obter na Conferencia Territorial 1 delegado para cada mil e quietas pessoas. 
1. Irecê 

2. Velho Chico 
3. Chapada Diamantina
4. Sisal 
5. Litoral Sul 
6. Baixo Sul 
7. Extremo Sul 
8. Itapetinga 
9. Vale do Jiquiriçá 
10. Sertão do São Francisco 
11. Oeste Baiano 
12. Bacia do Paramirim 
13. Sertão Produtivo 
14. Piemonte do Paraguaçu 
15. Bacia do Jacuípe 
16. Piemonte da Diamantina 
17. Semi-Árido Nordeste II 
18. Agreste de Alagoinhas/Litoral Norte
19. Portal do Sertão 
20. Vitória da Conquista 
21. Recôncavo 
22. Médio Rio das Contas 
23. Bacia do Rio Corrente 
24. Itaparica (BA/PE) 
25. Piemonte Norte do Itapicuru
26. Metropolitana de Salvador
O Toque de Acolher(Recolher) foi ressaltado durante a reunião, com a leitura da carta que será encaminhada ao Ministério Público para esclarecimentos, dos objetivos do toque de acolher(recolher), conflitantes do capitulo referente a liberdade, do ECA.
A carta será reavaliada e outras opiniões serão acrescentadas.